Ministério da Saúde divulga nova lista de medicamentos do SUS

Listagem contempla pacientes que sofrem do Alzheimer e HIV

Agência Brasil

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira, 25, a nova Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename). A listagem considera as necessidades prioritárias da população no Sistema Único de Saúde (SUS). Os novos medicamentos inclusos são dolutegravir, para tratamento de infecção pelo HIV, e a rivastigmina como adesivo transdérmico, para o tratamento de pacientes com demência leve e moderadamente grave no Alzheimer.

Outros medicamentos inclusos são o cloridrato de cinacalcete e paricalcitol, para pacientes com hiperparatireoidismo secundário à doença renal crônica, e a ceftriaxona, para tratamento de sífilis e gonorreia resistentes a ciprofloxacina.

Esta nova edição da Rename conta com 869 medicamentos e também prevê a centralização do tratamento básico da toxoplasmose. O objetivo seria solucionar casos de desabastecimento que acometeram o país recentemente.

O Ministério da Saúde ainda dará início à aquisição de outros medicamentos, como pirimetamina, sulfadiazina e espiramicina. Atualmente, todos eles são ofertados pelos municípios, mas restritos ao âmbito da Atenção Básica — considerada como atendimento inicial nos hospitais públicos.

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS foi a responsável pela confecção desta nova lista de remédios. A organização da Rename, por sua vez, segue a orientação Organização Mundial da Saúde (OMS), responsável por estabelecer estratégias a fim de promover o acesso seguro destes medicamentos.

A lista define a responsabilidade de aquisição e distribuição de cada ente do SUS — estados, municípios e União.

Comentários

Deixe o seu comentário


 
WordPress Video Lightbox Plugin