Programação de Missas para o Dia de Finados

No dia 2 de novembro, a Igreja comemora Todos os Fiéis Defuntos. Este é um dia em que somos chamados a rezar pelos nossos parentes e amigos já falecidos mas também por toda a Igreja padecente. Confira os horários de missas e celebrações nesse dia em Mafra-SC.

Horários de Missas

No Dia de Finados será celebrada uma missa ao ar livre nas dependências do Cemitério Municipal, às 9 horas, com o padre Vilnei Carlos Pscheidt, da Paróquia Nossa Senhora das Graças.

– Augusta Vitória: (Missa) 8:30h

– Saltinho do Canivete:  (Missa) 8:30h

– Rio Branco 02:  (Missa) 8:30h

– Butiá do Bráz: (Celebração) 9h

– General Brito: (Missa) 15h

Rezemos nesse dia por todas as almas do purgatório.

A liturgia do dia convida a esta reflexão sobre a vida eterna. Na primeira leitura do Livro de Isaías, o autor sagrado profetiza que “O Senhor Deus eliminará para sempre a morte e enxugará as lágrimas de todas as faces e acabará com a desonra do seu povo em toda a terra; o Senhor o disse.”

No salmo, a assembleia canta: “O Senhor é minha luz e salvação”. (Sl 26)

“Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isto que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo”.

Na segunda leitura – da Primeira Carta de São João – a filiação divina nos é proclamada como um ‘grande presente’ que nos eleva à dignidade de filhos em comunhão com o Pai das Misericórdias: “Caríssimos, vede que grande presente de amor o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos!” (1Jo 3,1-).

No Evangelho de São João, o evangelista apresenta a vocação de Jesus Cristo que veio para salvar a todos e promete a ressurreição final: “Naquele tempo, disse Jesus às multidões: ‘Todos os que o Pai me confia virão a mim, e quando vierem, não os afastarei. Pois eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum daqueles que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. Pois esta é a vontade do meu Pai: que toda a pessoa que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna. E eu o ressuscitarei no último dia”. (Jo 6,37-40)

Orientações

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano informa que construções e reformas podem ser feitas até o dia 28, segunda-feira, e limpeza nos túmulos até o dia 30, quarta-feira, ambas das 7 às 19 horas. Referente ao acesso, a entrada no cemitério será somente permitida para pedestres. O acesso em carro é permitido apenas para pessoas com deficiência – cadeirantes e com limitações de locomoção.

Trânsito

Informa-se ainda que o trânsito será modificado nas vias de acesso ao Cemitério Municipal, sendo realizado da seguinte forma:

– Dia 01/11 – as ruas terão liberação parcial com sinalização de cones, seguindo na Praça Rio Branco será interrompido o trânsito em direção a Rua Ingrácio José Corrêa. E para quem vem do Bairro Restinga, direção à Vila Ivete, terá que virar à direita na Rua Independência e após a esquerda para a Rua João Kuss.

– Dia 02/11 – será proibido o trânsito na Rua Ingrácio José Correa, no trecho próximo à esquina da Rua Santa Cruz até a Capela Mortuária esquina com a Rua Independência. No trecho da esquina da Capela Mortuária, pede-se atenção especial aos motoristas nestes dias.

Prevenção contra Dengue

No Cemitério há placas orientativas lembrando a importância da prevenção contra a dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Para prevenção da dengue é preciso evitar o nascimento do mosquito, já que não existem vacinas ou medicamentos que combatam a contaminação. Para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para a reprodução. Siga estas dicas:

– não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente;

– não deixar água parada em locais como: vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas, blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de árvores, além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada;

– utilizar vasos com furos que facilitem o escoamento da água.

Vale lembrar que diariamente equipe de manutenção do cemitério procura evitar os focos criadouros de mosquitos descartando flores e plantas podres e removendo água acumulada nos pratos dos vasos.

Fonte: Informações da Prefeitura de Mafra

Comentários Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *