Santuário de Fátima recorda quarta aparição de Nossa Senhora aos pastorinhos

Vice-reitor do Santuário de Fátima preside missa em comemoração a quarta aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos

O Santuário de Fátima, em Portugal, faz memória, neste mês de agosto, da quarta aparição de Nossa Senhora aos pastorinhos. Na aparição, Nossa Senhora fez-se presente em Valinhos e pediu a Francisco, Jacinta e Lúcia que regressassem à Cova da Iria no dia 13 e que continuassem a rezar o terço todos os dias. Prometeu que no último mês faria um milagre. E, insistiu no desafio inicial: “Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios pelos pecadores, que vão muitas almas para o inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas”.

O vice-reitor do Santuário, padre Vítor Coutinho, presidiu a celebração comemorativa na Basílica da Santíssima Trindade, nesta segunda-feira, 19. Padre Coutinho lembrou que a aparição de agosto fala dos homens entregues ao pecado e lembra da necessidade de nos sacrificarmos uns pelos outros, “porque a vida só faz sentido quando nos importamos com os irmãos”. Este cuidado, lembrou ele, exige entrega de si, existe estar atento e solidário, mostra na vida que o nosso papel não é só fazer a nossa parte do bem, o sacrifício por reparação é fazer além daquilo que estamos habituados.

Em sua homilia, o sacerdote destacou também que a mensagem de Fátima mostra que Deus “está connosco porque a nossa vida se realiza se incluirmos os outros nas nossas histórias, porque a vida não é aventura solitária e precisamos levar a sério o que é dito na aparição de agosto”.

Segundo o vice-reitor, Fátima representa “um lugar para os nossos gritos e silêncios, pois Deus está do lado da humanidade”. E acrescenta: “Fátima vem assegurar e garantir a toda a humanidade, e a cada um de nós, que não estamos só e abandonados. Passar por este lugar, mostra que somos acompanhados por uma presença divina que nos sustenta, mostra que somos abraçados num colo materno que nos acolhe e se importa connosco”.

Em 19 de Agosto de 1917, Nossa Senhora apareceu em Valinhos, a 500 metros do lugar de Aljustrel, porque, no dia 13 as crianças tinham sido levadas pelo Administrador do Concelho, para Vila Nova de Ourém para interrogatório.

O monumento celebrativo desta aparição foi construído com doações dos católicos húngaros e inaugurado em 12 de Agosto de 1956. A imagem de Nossa Senhora de Fátima é obra da escultora Maria Amélia Carvalheira da Silva.

Além da celebração, a data foi tradicionalmente lembrada com a recitação do Rosário, com a procissão até ao Caminho dos Pastorinhos e a Via-sacra, lembrando os acontecimentos de 1917.

Fonte: Santuário de Fátima
 

Comentários Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *