O brilho de uma luz

Texto Bíblico: Mateus 5.14,15

O brilho de uma luz na escuridão chama a atenção. Um exemplo disso é quando estamos no sítio e acendemos uma luz. A luz atrai uma enorme quantidade de insetos.

Assim também é com aquele que permite que a luz de Cristo seja refletida nele. É possível que ele atraia certas inconveniências.

Sempre que brilhamos, incomodamos! Por isso é que muitas vezes somos perseguidos, caluniados, humilhados, porque o inimigo não suporta quando nos vê brilhar!

Conta à lenda que uma vez uma serpente começou a perseguir um vaga-lume. Este fugia rápido, com medo da feroz predadora e a serpente nem pensava em desistir.

Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada… No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra:

Posso lhe fazer três perguntas?

Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo, pode perguntar…

Pertenço à sua cadeia alimentar?
Não.

Eu já te fiz algum mal?
Não.

Então, por que você quer acabar comigo?
Porque eu não suporto ver você brilhar…

Para Refletir

Você é a luz do mundo! Deus não fala que você deve ser, e sim, que você já o é. Nós temos que brilhar, porque esta é a finalidade da luz, pois, esta tem de ficar o mais alto que puder, para que possa iluminar o ambiente.

Não tenha vergonha de ser luz e de desempenhar o papel dela, peça ao Senhor para que você tenha atitude de filho da luz, para que, olhando para sua vida, repare o tempo que você já perdeu talvez por vergonha de sê-lo.
Deus precisa de milhares de pessoas cheias do Espírito Santo, em todos os lugares, porque essa é a única maneira do nosso povo ser transformado: a partir de homens e mulheres cheios do Espírito Santo, crescendo cada vez mais na graça deste batismo.

Aqueles que receberam o Paráclito, levem a sério essa graça! Deus quer renovar essa nação, quer realizar curas, milagres e prodígios, quer pregar Sua Palavra. Ele quer transformar as pessoas.

Gostaria de compartilhar com você, alguns exemplos Bíblicos de luz que brilhava na escuridão, e isso causou alguns incômodos, na vida dos luzeiros ambulantes:

1º ABEL – A vida desse homem foi ceifada, porque nele brilhava uma luz que incomodava seu irmão Caim, aponto de ele não suportar mais o brilho, então o matou… – Gn. 4:1-16.

2º JOSÉ – O sossego de José foi tirado por essa luz que brilhava nele – Gn. 37.
Os seus irmãos não foram capazes de entender esse brilho, então partiram para ofuscar ou na pior das hipóteses, apagá-la definitivamente.

3º ISRAEL – O futuro de Israel estava ameaçado pela luz que brilhava em Mardoqueu – Et. 3:5.
Hamã, não suportava ver uma luz tão reluzente em alguém que ele pensava ser tão pequeno na sua insignificância. Então quis apartá-la.

4º JESUS – A luz que em Jesus brilhava, era a luz do próprio Deus. Isso lhe custou a cruz. Jo. 8.12; 9.5.
Muitos outros exemplos de luz que brilhava na escuridão poderiam ser citados aqui tais como: Daniel, Sadraque, Mesque, Abdinego, Davi, mais deixarei que você procure conhecê-los.

Deixa eu te dizer uma coisa: Quem sabe você também já sofreu de incômodos, dos quais você não soube a origem. Se você decidiu em ser “Luz no mundo”, então está aí a origem desses Incômodos.

Gostaria de finalizar essa reflexão, dizendo que esse brilho não pode ser adquirido, como muitos o gostaria de adquirir, ele precisa ser conquistado. O exemplo de Atos 8.14-23 te fará entender que esse brilho só é dado àqueles que estão dispostos a estarem “no velador”, ou seja: estar em evidência.
Lembre-se: “Braseiro apagado, não incomoda ninguém!”

Provérbios 4.18 – Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.

O “Momento de Reflexão” você ouve de Segunda a Sexta-feira às 18:00hrs no programa Vozes da Paz pela rádio São José FM em 96,9, Deus abençoe.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *