O melhor está por vir

Havia uma jovem mulher que tinha uma doença terminal e lhe foram previstos apenas mais três meses de vida. Desta forma, ela começou a colocar suas coisas “em ordem”.

Passado algum tempo, ligou para um amigo e pediu que viesse à sua casa para discutirem determinados aspectos de seus últimos desejos.

Conversaram sobre vários pontos e ela lhe disse sobre todas as suas vontades relacionadas ao serviço funerário. Tudo estava em ordem e o amigo preparava-se para sair quando a mulher lembrou-se de algo muito importante para ela.

– Tem mais uma coisa! – chamou-o novamente.

– Do que se trata? – Perguntou o amigo.

– Isto é muito importante. – a mulher continuou – Eu quero ser enterrada com um garfo em minha mão direita.

O amigo ficou olhando a mulher sem saber o que dizer. – Isto é uma surpresa para você, não é? A jovem mulher perguntou.

– Bem, para ser honesto, estou confuso com este seu pedido. Respondeu o amigo.

A mulher então explicou.

– Quando eu era criança e visitava minha avó, quando no jantar os pratos começavam a ser recolhidos, minha vó inclinava-se em minha direção e cochichava em meu ouvido: “Mantenha o seu garfo”. Era minha parte favorita porque eu sabia que algo melhor estava por vir… como o bolo de chocolate ou a torta de maçã. Algo sempre maravilhoso. Dessa forma eu apenas quero que as pessoas em vejam no caixão com um garfo em minha mão; então, perguntarão: “Para que é o garfo?”. E eu quero que lhes diga: “Ela mantém o garfo, porque o melhor está por vir.”

***

Para Refletir

Para quem crê em Jesus, essa é uma verdade que não pode ser esquecida: O melhor está por vir! Nada nesse mundo se compara com aquilo que nos espera na casa do Pai do Céu. Por isso nossas famílias precisam estar num estado constante de oração e vigilância. Precisamos ler e colocar em prática os ensinamentos de Jesus, principalmente o amor e o perdão.

Quando perdemos a fé na vida eterna, também, perdemos o sentido da vida.

Quando sabemos que a vida eterna nos espera, somos capazes de correr os piores riscos. Então, precisamos entender que vale a pena passar por todos os sofrimentos desta vida.

Nós não vivemos “só” para esta vida, porque ela é apenas uma transição para alcançarmos a vida eterna.
Quando não temos fé em Deus, nossa vida fica à deriva. Sem Deus ficamos sem direcionamento e, quando se perde a fé na ressurreição, perde-se tudo.

Outro fator que nos afasta do direcionamento correto é a má companhia. Muitas vezes, a perda da fé e dos bons costumes se dão pelas más companhias.

Por isso, é importante conhecermos pessoas boas e de caráter para criarmos laços. Assim, a vida torna-se mais leve.
Não aceite perder sua salvação por ter se desviado do caminho correto.

O segredo da vida é nos afastarmos de tudo o que faz mal a nós.

A Palavra de Deus em Eclesiástico 38,18, diz que  “A tristeza leva a morte, e o coração abatido perde todo seu vigor. Com a desgraça persiste a dor, uma vida triste é insuportável. Não abandones teu coração a tristeza, afasta-a. Lembra-te do teu próprio fim”.

O remédio para a própria tristeza é procurar consolar a tristeza dos outros, e entregar a Deus a própria tristeza, na fé. Eu aprendi que Nada seca tão depressa como uma lágrima, quando enxugamos a lágrima alheia. A caridade produz a alegria; você já percebeu que todas as pessoas e grupos que fazem o bem aos outros são alegres.

Não fique se queixando tanto dos impostos que você paga, isso significa que você tem emprego, ou tem bens…
Não reclame da confusão que você tem de limpar após uma festa, pois isso significa que você tem amigos…
Não reclame das paredes que precisam ser pintadas, da lâmpada que precisa ser trocada, porque isso significa que você tem onde morar…
Não devo me lamentar porque eu não achei um lugar para estacionar o carro, pois isso significa que além de ter a felicidade de poder andar, tenho um carro que muitos não têm.
Não reclame da senhora que canta desafinado atrás de você, ao menos isso significa que você pode ouvir.
Não reclame do cansaço e dos músculos doloridos que você sente ao final do dia porque isso significa que você tem saúde para trabalhar…

E assim, eu e você poderíamos multiplicar esses exemplos.

Por mais difícil que esteja sua situação, tente sorrir, você verá que será mais fácil passar por mais essa prova… Se não resolver seu problema, agradeça a Deus por eles e peça coragem para enfrentá-los com dignidade.

Não estrague o seu dia. A sua irritação não solucionará problema algum… Suas contrariedades não alteram a natureza das coisas… Seus desapontamentos não fazem o trabalho que só o tempo conseguirá realizar… O seu mau humor não modifica a vida.

A sua tristeza não iluminará os caminhos. O seu desânimo não edificará a ninguém. As suas reclamações, ainda mesmo afetivas, jamais acrescentarão nos outros um só grama de simpatia por você…

Se você acordou nesta manhã com mais saúde do que doença, você é mais abençoado do que um milhão que não sobreviverão neste período. Quantos por este mundo estão enfrentando situações inimagináveis, tragédia em Brumadinho, a solidão de uma prisão, ou as aflições da fome!

Quantos não podem frequentar uma igreja sem o medo de molestamento, prisão, tortura ou morte… Quantos não têm comida em casa, roupas, uma casa para morar… Tudo isso nos faz concluir que é uma grande blasfêmia ficar reclamando da vida e da própria sorte.

“Não abandones teu coração a tristeza, afasta-a. Lembra-te do teu próprio fim“. (Eclo 38,20).


Se desejar ouvir, é só clicar no “Play”

O “Momento de Reflexão” você ouve de Segunda a Sexta-feira às 18:00hrs no programa Vozes da Paz pela rádio São José FM em 96,9, Deus abençoe.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *