Morre o Cardeal Jean-Louis Tauran, que anunciou eleição do Papa Francisco

Cardeal francês Jean-Louis Tauran faleceu aos 75 anos

O Cardeal Tauran, em março de 2013, no “habemus papam”, anunciando o nome do então Cardeal Jorge Mario Bergoglio como novo Papa

Faleceu nesta quinta-feira, 5, em Hartford, Estados Unidos, o Cardeal Jean Louis-Tauran, presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso e carmelengo da Santa Igreja Romana. Foi ele que pronunciou a tradicional e tão esperada frase “Habemus papam”, anunciando a eleição do Papa Francisco em 13 de março de 2013.

Cardeal Tauran faleceu aos 75 anos de idade; ele sofria de Parkson. O Papa Francisco enviou uma mensagem de pesar à irmã do cardeal, Geneviève Dubert, recordando o serviço prestado por ele e a marca que ele deixou na vida da igreja.

Nascido em Bordeaux, na França, ele foi criado cardeal em 2003, pelo então Papa João Paulo II. Além de presidir o Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, foi nomeado por Francisco em junho de 2013 como membro da Pontifícia Comissão do Instituto para as Obras de Religião (Banco do Vaticano).

Como carmelengo da Igreja Católica, foi nomeado pelo Papa Francisco em 20 de dezembro de 2014, tendo prestado juramento em 9 de março do ano seguinte. O camerlengo é o encarregado de gerenciar o Vaticano durante a Sé Vacante. É ele quem preside a Câmara Apostólica e cuida dos bens e direitos temporais da Santa Sé. Com a morte ou renúncia de um Papa, o Camerlengo é o único que mantém seu cargo, pois é ele quem cuida de todos os preparativos para o início do Conclave.

Saiba mais sobre as atribuições do cardeal carmelengo, até então exercidas pelo Cardeal Tauran.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *