Família de Schoenstatt celebra ano especial dedicado a fundador

Em 2018, a Família Internacional de Schoenstatt celebra os 50 anos da partida do seu Pai e Fundador, Pe. José Kentenich.

Padre José Kentenich morreu no dia no dia 15 de setembro de 1968, dia da festa de Nossa Senhora das Dores, logo depois da Santa Missa que ele acabara de celebrar na Igreja da Santíssima Trindade em Schoenstatt, onde também está sepultado.

Ele fundou a Obra Internacional de Schoenstatt em meio ao início da Primeira Guerra Mundial, em 18 de outubro de 1914, junto a um grupo de seminaristas. Dali a obra cresce e se expande para além dos muros do seminário.

Padre Kentenich ainda foi perseguido e preso na Segunda Guerra Mundial por mais de três anos no Campo de Concentração de Dachau. Nesse local, em meio a grande perigo de vida, continua a edificar sua Fundação por meio de conferências e correspondências e mesmo ali, contra toda adversidade, realiza a fundação de dois Institutos Seculares: dos Irmãos de Maria de Schoenstatt e das Famílias de Schoenstatt. É liberado do Campo de Concentração em 1945, e logo inicia as viagens mundiais, aos países onde sua Obra estava se edificando. Por dez vezes visitou o Brasil.

Pelo mundo, os Santuários da Mãe Três Vezes Admirável, se inspiram no Santuário Original de Schoenstatt, em Vallendar, Alemanha. É desses lugares consagrados à Mãe de Deus que partem milhares de imagens de Nossa Senhora para visitar muitas famílias pelo Brasil e pelo mundo. No Brasil, são mais de 12 milhões de pessoas atingidas pela Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt. 

Santuário localizado em Atibaia (SP).

No dia 15 de setembro, o Movimento pretende renovar o compromisso com a obra de seu fundador para que outras pessoas possam conhecer ou redescobri-lo como profeta do nosso tempo.

“Como Família de Schoenstatt, queremos dizer ao nosso Pai e Fundador nos diversos Santuários e Catedrais onde celebremos: ‘Sim, aqui estamos! Vamos contigo!’. E prometemos à Igreja colaborar com ela em sua missão no espírito do Padre José Kentenich. Em nome da Presidência Internacional, os saúdo muito afetuosamente desde o Santuário Original, unidos na Aliança de Amor”, assinala padre Juan Pablo Catoggio pela Presidência Internacional da Obra de Schoenstatt.

No próximo dia 12 de maio, a movimento presente na Arquidiocese do Rio vai celebrar este ano especial com uma celebração na Catedral de São Sebastião, a partir das 7h30. Às 9h, o Cardeal Orani João Tempesta presidirá missa solene, e na sequência, acontecerá um louvor mariano, com a coroação da Mãe e Rainha.

Conheça mais sobre o fundador e movimento no endereço: www.schoenstatt.org.br.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *