Amor Eterno: Mãe disse não ao aborto, e conta sua história de amor e fé

WhatsApp Image 2017-01-19 at 14.20.05Me chamo Janice Sconieczny Grein e meu marido Carlos Gabriel Grein. Nessa semana que o programa está dedicado a Nossa Senhora do Bom Parto, gostaria de dar meu testemunho de um milagre em minha vida.

Em 2012, depois de três anos de casamento, e após planejar e esperar por mais de um ano pela tão sonhada gestação, descobrimos a gravidez. Ah, eu e meu marido ficamos maravilhados, muito felizes com a notícia de que estávamos grávidos. Já marquei minha primeira consulta, saímos comprar roupas, começamos a pesquisar nomes. Era um sonho que estava sendo realizado. Porém, no primeiro exame morfológico, as 12 semanas de gestação, descobrimos que nosso bebê seria especial. Ah, ninguém está preparado, por mais que seja uma gravidez desejada, para ouvir esta notícia. Não vou negar, dói muito. Uma sensação de angústia e medo bateu à nossa porta. Principalmente o medo de perder aquela criança que ainda não conhecíamos mas já amávamos tanto.

A partir daquele momento fizemos de tudo para levar aquela gravidez até o final, por mais que tivéssemos ouvido muitas coisas negativas a respeito daquela gestação, tendo inclusive indicação médica para o aborto (legalizado). Não, nós nunca pensamos em interromper aquela gestação, ceifar aquela vida. Pelo contrário, fizemos de tudo para que aquele bebê viesse ao mundo. Fizemos vários exames, fomos em diversos médicos, choramos bastante, e rezamos muito também. Então decidimos entregar aquela vida nas mãos de Deus. Pedimos a Nossa Senhora que protegesse nosso bebê e que Deus permitisse que nossa filha viesse ao mundo com vida.

A nós, cabia rezar, cuidar da minha saúde e da saúde do nosso bebê. Fui em todas as consultas, realizei todos os exames possíveis e mantive a fé. Mas, apesar de tudo isso, alguns médicos diziam que nós poderíamos perdê-la a qualquer momento da gestação. Que ela poderia nascer sem vida ou viver apenas alguns segundos, minutos ou dias. Mas a nossa fé em Deus e nossa Senhora nos dava forças e a nossa força mantinha nossa filha viva, crescendo, embora com algumas dificuldades, dentro do meu ventre.

Os médicos diziam que ela jamais poderia nascer de parto normal, pois devido as suas condições de saúde não sobreviveria. Com parto previsto para 28 de novembro de 2012, fomos levando aquela gestação com muita fé e, principalmente, com muito AMOR.

E para provar o poder da oração sobre nossas vidas e o Amor de Deus e de Maria por nós, nosso anjinho decidiu antecipar sua chegada ao mundo. No dia 21/11 senti as dores do parto e corri para a maternidade. O médico que acompanhou meu pré natal foi chamado para realizar a cesárea. Em menos de vinte minutos ele estava lá. Mas não dava mais tempo de realizar a cesárea. Minha filha estava nascendo.

Aos 10 dias de vida, a mãe segura Eloísa pela 1º vez
Aos 10 dias de vida, a mãe segura Eloísa pela 1º vez

Com a graça de Deus e para nossa alegria ela nasceu com vida. Claro que foi levada imediatamente para a UTI devido às suas condições de saúde. Mas ela, nossa filha Eloísa, tão esperada e tão amada, nasceu. Ela foi a maior alegria das nossas vidas durante três anos. Nesse tempo fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para preservar sua vida e melhorar sua saúde. E, principalmente, fomos muito felizes, demos e recebemos muito AMOR.

No dia 20/08 de 2016, aos três anos e nove meses, nosso anjinho voltou para o céu. Mas deixou em nós um AMOR eterno, saudades, e muitos ensinamentos. Não apenas para nós, seus pais, mas para todos aqueles que tiveram o privilégio de conhecê-la e conviver com um ser tão iluminado. Ela era doce, serena, amável e, acima de tudo, uma guerreira e uma missionária.

Hoje somos pais órfãos, mas com uma enorme bagagem de conhecimento e sentimentos, despertados ou fortalecidos por esse anjo chamado Eloísa, enviado por Deus para enriquecer nossas vidas.

Se queremos ter mais filhos? É nosso maior desejo. Sabemos que nossa Eloísa é única e insubstituível. E nosso amor por ela será eterno, assim como a gratidão a Deus e Nossa Senhora por termos tido a graça de conviver com nosso anjinho durante quase quatro anos.

WhatsApp Image 2017-01-19 at 14.19.58Desejamos muito ter mais filhos para darmos nosso amor, ensiná-los o caminho do bem, e buscarmos juntos a felicidade. Pedimos a Deus e Nossa Senhora que nos concedam essa graça, assim como um parto tão tranquilo quanto aquele que trouxe nossa filha Eloísa ao mundo.

Com esse testemunho gostaria de dizer a todas as pessoas que tudo vale a pena, se é a favor da vida. Ainda mais, pela vida de um filho.

Que filhos especiais enriquecem nossas vidas, nos ensinam muito, dão e recebem amor e, acima de tudo, são filhos de Deus. Eu sempre digo que minha filha era (e sempre será) especial, não pelas suas limitações, mas pelo simples e grande fato de ser minha filha e filha de Deus.

E, acima de tudo, e em qualquer situação, entregue seus problemas nas mãos de Deus e peça o auxílio de Nossa Senhora. Eles jamais nos abandonarão.
 


Se desejar ouvir, é só clicar no “Play”

O “Momento de Reflexão” você ouve de Segunda a Sexta-feira às 18:00hrs no programa Vozes da Paz pelas rádios São José AM, 1240 e Nova Era FM em 104,5, Deus abençoe.

 

Comentários Facebook

1 Comentário na postagem “Amor Eterno: Mãe disse não ao aborto, e conta sua história de amor e fé

  1. Eloísa realmente foi muito especial. Mas um ser assim só pode ser especial tendo como pais seres mais especiais ainda. Carlos e Janice que sejam abençoados por Deus!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *